Moção

” Libertar recursos para mais Investimento Público “

Os dados vindos a publico confirmam que Portugal conseguiu em deficit de 2% (dois por cento) em 2016, o mais baixo desde o 25 de Abril, mas deve suscitar interrogações e preocupações nas pessoas, na verdade, ainda existe o garrote asfixiante da dívida pública elevada, cujo serviço da divida, ou seja, o pagamento de amortizações da dívida implica um encargo anual ao estado de 8 mil milhões de euros, impede ir mais além nas medidas necessárias para a recuperação económica e no aumento do investimento nas  áreas da saúde, educação, justiça e serviço social.

É um facto positivo Portugal conseguir um deficit de 2% (dois por cento), cumprindo, essencialmente, com os acordos e tratados europeus, no entanto, este feito só foi atingido com reduções e cortes nas despesas sociais do estado (saúde, educação, segurança social), situação que teve e tem fortes implicações na vida das pessoas.

Consideramos que este esmagamento e cortes das políticas públicas devem ser revertidos, devendo ser promovido um forte investimento no setor público que promova o desenvolvimento e o crescimento económico sendo o eixo catalisador para a criação de novos postos de trabalho.

Considerando, a dívida pública elevada, o principal inimigo da aplicação de medidas que possam permitir o desenvolvimento económico e o bem estar das pessoas, só com a sua reestruturação nos montantes, prazos e juros, tornará possível canalizar verbas significativas para o investimento público.

O Bloco de Esquerda reafirma, uma vez mais, é essencial equacionar a reestruturação da divida, para que Portugal possa desenvolver as políticas públicas necessárias e que possam promover um efeito multiplicador por forma à melhoria da qualidade de vida de toda a população.

 

Nesta conformidade a Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Mafamude e Vilar Paraíso, reunida na Sessão Ordinária de 26 de Abril de 2017, delibera:

– Pugnar para que o Governo encontre soluções para libertar fundos para investimentos públicos que melhorem as condições de vida das pessoas.

 

Enviar esta Moção à  Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia; Assembleia Municipal Vila Nova de Gaia e partidos com representação; Presidente da República; Primeiro-Ministro; Partidos Políticos com representação na Assembleia da República; comunicação social local.

 

 

Pelo eleito Bloco de Esquerda