Pesquisar

Bloco de Esquerda

Vila Nova de Gaia

Autor

blocodegaia

Catarina Martins e Marisa Matias no almoço de Gaia

CM+MM.jpeg

É já neste sábado 27 de Maio, na Escola Secundária António Sérgio, junto ao Jardim Soares dos Reis.

A entrada é livre, mas para o almoço é preciso comprar ou reservar bilhetes.

Pedro Lamares: a poesia no almoço de Gaia

Pedro Lamares.jpg

É já neste sábado, na Escola António Sérgio, junto ao Jardim Soares dos Reis.

A entrada é livre, mas para o almoço é preciso comprar ou reservar bilhetes.

José Silva vai cantar no almoço de Gaia

Tony Klauf no almoço de Gaia para explicar a Casa da Magia

O actor Mário Moutinho…

A actriz Adelaide Teixeira…

“Destroikar” as relações laborais

A precariedade é um conceito que tem vindo a ser academicamente anulado e, pela via da ignorância generalizada em termos de direito laboral, vai sendo considerada a forma “normal” de relação laboral. Convém que tenhamos em conta que esta é uma normalidade forjada e que ainda contraria a lei propriamente dita, mesmo sendo já a lei uma amálgama de tiradas classistas que desprotegem o trabalho face ao capital. Continue reading ““Destroikar” as relações laborais”

“Aprofundamento da participação – organização conselho consultivo “

Proposta Recomendação

“Aprofundamento da participação – organização conselho consultivo “

Porque o caminho faz-se caminhando, é necessário pensar, outro caminho para outro futuro, o reforço da participação dos mafamudenses e vilarenses na actividade do poder local.

Foi visível para todas e todos nestes últimos três anos e meio a diminuta adesão das pessoas às reuniões das Assembleias de Freguesia. Continue reading ““Aprofundamento da participação – organização conselho consultivo “”

” Libertar recursos para mais Investimento Público “

Moção

” Libertar recursos para mais Investimento Público “

Os dados vindos a publico confirmam que Portugal conseguiu em deficit de 2% (dois por cento) em 2016, o mais baixo desde o 25 de Abril, mas deve suscitar interrogações e preocupações nas pessoas, na verdade, ainda existe o garrote asfixiante da dívida pública elevada, cujo serviço da divida, ou seja, o pagamento de amortizações da dívida implica um encargo anual ao estado de 8 mil milhões de euros, impede ir mais além nas medidas necessárias para a recuperação económica e no aumento do investimento nas  áreas da saúde, educação, justiça e serviço social. Continue reading “” Libertar recursos para mais Investimento Público “”

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑